Indústria de calçados aumenta vendas para árabes

por Fabi Lins 880 views0

calcados-masculinosSão Paulo – A Andacco, indústria de calçados de Minas Gerais, está expandindo suas vendas ao mercado árabe. Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Líbia e Kuwait respondem por até 10% das exportações da empresa.

“Já temos um crescimento [das exportações aos árabes] para este ano de 20%, com os negócios fechados em feiras [de negócios]”, revela Leandro Oliveira, gerente de Exportação. Ele conta que as vendas são feitas para distribuidores naqueles países. “Eles vêm às feiras, fazem os pedidos, a gente embarca e eles distribuem lá”, explica.

Os calçados mais vendidos aos árabes são os masculinos. “Nosso produto é feito em couro e não usa couro suíno nem nos forros, os forros são de couro bovino”, afirma Oliveira, acrescentando que os sapatos da marca são feitos à mão.

Atualmente, a fábrica da Andacco produz quatro mil pares de calçados por dia, entre modelos masculinos e femininos. Deste total, 40% vai para o mercado externo, sendo que a empresa exporta para 22 países. Entre os principais destinos estão Rússia, Estados Unidos, Chile e Bolívia.

Oliveira avalia que os árabes estão sendo atraídos às compras devido a um câmbio favorável às exportações que vem se mantendo nos últimos dois anos, ou seja, a valorização do dólar sobre o real. “Há muito tempo eu não tinha tanto contato com árabes quanto na Couromoda de 2014”, diz o gerente sobre a feira de moda em couro que ocorreu no mês passado, em São Paulo.

Além da Couromoda, a Andacco costuma fechar negócios com clientes árabes na Francal, que ocorre também na capital paulista, e na Expo Riva Schuh, que é realizada em Riva del Garda, na Itália. A empresa está se preparando para voltar a participar também da Micam, mostra calçadista de Milão.

Para expandir ainda mais seus negócios no Oriente Médio, a indústria se associou à Câmara de Comércio Árabe Brasileira e contratou uma empresa especializada em calçados para prospectar novos mercados na região.

“É para saber qual a aceitação no mercado árabe dos nossos produtos, saber quais as perspectivas de realização de negócios, para podermos trabalhar nesse mercado, inclusive com a participação em feiras locais”, explica Oliveira.

Com sede na cidade de São Sebastião do Paraíso, a Andacco faz parte do grupo de couros e calçados Cacique, foi criada em 1967 e conta com 600 funcionários.

Fonte: ANBA