Termopar – dispositivos utilizados para medir temperatura

por Editor 441 views0

termoparO sensor utilizado para medir a temperatura é composto de dois metais distintos. Eles são unidos em sua extremidade e ligados ao termômetro de termopar ou qualquer outro dispositivo com capacidade termopar na outra ponta.

Os termopares são utilizados para algumas finalidades devido a sua versatilidade. O uso desses sensores se dá desde a utilização de um termopar em uso industrial, por exemplo, e são encontrados até mesmo em utilitários regulares. No entanto, é importante e imprescindível saber como isso funciona, devido às propriedades que esse instrumento tem.

Como funciona um termopar?

O funcionamento de um termopar se dá por conta de dois fios compostos por metais diferentes e que são unidos em ambas as extremidades. Com isso, uma das extremidades é aquecida e é gerada uma corrente contínua que flui no circuito termoelétrico. Caso o circuito seja interrompido no centro, ocorre a tensão de circuito aberto líquido (conhecida como tensão Seebeck), que consiste em uma função da temperatura de junção e da composição dos dois metais envolvidos. Isso significa que quando acontece o ligamento dos dois metais, essa junção sofre um aquecimento ou arrefecimento até que uma tensão seja produzida possa ser direcionada de volta para a temperatura.

Tipos de termopares

As diferentes combinações de metais ou calibrações determinam os tipos de termopares. Sendo assim, as calibrações mais usuais são J, K, T e E. Por outro lado, pode haver casos de calibrações com alta temperatura como R, S, C e GB. Vale ressaltar que cada calibração pode apresentar intervalos de temperatura distintos, assim como ambiente de operação, mesmo que a temperatura máxima varie com o diâmetro do fio escolhido para ser utilizado no termopar.

É preciso, contudo, estar atento quanto o termopar mais adequado à realização de algum serviço. Para não ter dúvidas, confira o intervalo de temperatura, a resistência química do sensor, resistência à vibração.

É necessário um valor cinco vezes maior do que a constante de tempo para que o termopar se aproxime de 100% do valor de mudança de temperatura.