Como o novo diretor-presidente da Oi conseguirá tirar a empresa da crise em que se encontra?

por Editor 38 views0

Apresentado há menos de duas semanas atrás, Eurico de Jesus Teles Neto é o novo diretor-presidente do Grupo Oi de Telecomunicações. Com vasta experiência no setor jurídico, Eurico já sabe que terá que arregaçar as mangas e trabalhar bastante para que a Oi volte a ser uma empresa respeitada no país.

O primeiro caminho a ser tomado por Teles foi organizar um plano de recuperação judicial proposto pela empresa, que irá à votação e espera ser aprovado pelos credores e acionistas.

Segundo Teles, existe um plano na Justiça que precisar ser alterado, e mudanças rápidas, para que possam trazer mais tranquilidade para a empresa, estabilizando a companhia e trazendo novos recursos.

A situação da empresa é difícil, mas nada impossível de ser alcançado. É preciso comprometimento das partes envolvidas.

Eurico Teles acha um desafio enorme apresentar um plano à Justiça no dia 12, mas se sente confiante de que, no dia 19 será votado e aprovado em assembleia.

Desde o dia 29/11/2017, o juiz Fernando Viana nomeou Eurico Teles como “responsável pessoal para conduzir e concluir as negociações com os credores” e apresentar o plano que será colocado em votação na assembleia.

Como Eurico Teles chegou à presidência da Oi?

Eurico Teles sempre estava ligado aos cargos de diretoria na empresa Oi, portanto, sempre foi envolvido com os assuntos dela.

O antigo presidente da empresa, Marco Shroeder, renunciou ao cargo devido às divergências entre conselho e diretoria da Oi. O próprio juiz Fernando Cesar Ferreira Viana, da 7ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, responsável pelo processo de recuperação judicial da companhia Oi, informou que era notório que as divergências entre o conselho e a diretoria estavam atrapalhando o andamento do processo e causaram a renúncia do então presidente. Quanto mais eles se confrontavam, menos o processo andava e mais atrapalhada ficava a empresa.

No desligamento do antigo presidente, Teles havia sido escolhido para ser o diretor-presidente de forma interina e, logo depois, sua nomeação foi confirmada pelo conselho.

Quanto é a dívida da Oi e qual proposta foi apresentada?

A Oi deve cerca de 11 bilhões de reais à Anatel. Essa dívida é pública e notória. A proposta do Eurico Teles á ministra da Advocacia Geral da União, Grace Mendonça é que, para quitar cerca de 14,5 bilhões em multas que foram impostas à Oi pela Anatel foi de pagar cerca de 20% do valor já reconhecido, 8,5 bilhões e parcelar o restante em 239 vezes.

A ideia é fazer a Oi ganhar tempo, tirar o seu nome do vermelho e poder correr atrás de novos recursos, a fim de reequilibrar as finanças e voltar à situação normal.

Mostrar à ministra que a Oi tem condições de fazer uma negociação diferenciada com a AGU foi uma grande jogada e mostrou toda a inteligência e conhecimentos do Eurico Teles para assumir o comando da empresa, mostrando que não estavam errados quando o elegeram a diretor-presidente.

 

Deixe uma reposta

Seu e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>